12/05/16

Idoso morre dois dias depois de ser espancado, ter corpo queimado e jogado em esgoto no Cariri




Um idoso morreu nessa quarta-feira, 11, após ter dado entrada com quadro clínico muito grave no Hospital de Trauma de Campina Grande na noite da última segunda, 09.

Segundo as informações, ele estava em sua casa, à beira do canal de esgotos no bairro São José, em Taperoá, quando foi espancado e depois teve o corpo atirado em uma vala.

Ainda de acordo com as informações, o senhor estava na companhia de uma moça e de um rapaz, que são os principais suspeitos de terem praticado o assassinato.

Ainda segundo as informações, quando os dois teriam percebido que o homem ainda agonizava resolveram tirá-lo do canal e pô-lo novamente dentro da casa e para finalizar o crime brutal decidiram atear fogo na vítima.

O idoso só não morreu incendiado ainda no local por que vomitou bastante e o excremento pode ter apagado o fogo, segundo entendeu um dos profissionais que prestou os primeiros socorros, após a unidade do SAMU ter sido chamada pela vizinhança ao escutar os pedidos desesperados de ajuda.

Atendido pela unidade móvel, a vítima foi conduzida para o Hospital Geral de Taperoá, que mesmo só atendendo casos de urgência, o encaminhou imediatamente para Campina Grande, onde morreu ontem.

Os dois principais suspeitos do homicídio foram detidos pela polícia da cidade para prestarem esclarecimentos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário