25/05/16

Suplente denuncia suspeita em licitações, obras paralisadas e manobras políticas em São Sebastião do Umbuzeiro




O suplente de vereador de São Sebastião do Umbuzeiro Manoel Farias, mais conhecido como Cáca fez uma série de denuncias em relação à gestão do atual Prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro, Chico Neves.

Segundo Cáca, o município encontra-se com uma série de obras paralisadas e inacabadas em diversos setores, em especial saúde, infraestrutura e educação.
Cáca citou entre os exemplos obras na comunidade de Mão Beijada, a Praça da Rua da Cêra, o Posto de saúde de Santo Antônio, o matadouro público e outros.

O vereador denunciou ainda que cerca de um milhão de reais em recursos entraram nos cofres públicos de São Sebastião do Umbuzeiro em apenas um mês, e ainda assim obras e ações continuam paradas por falta de contra partida do governo municipal.

O suplente lamentou ainda que as estradas vicinais do município estejam em situação precária, enquanto que máquinas que pertencem à estrutura administrativa estejam fazendo reparos em campos de futebol.

O vereador também mostrou estranheza sobre o fato de apenas uma empresa estar sendo vencedora de todas as licitações realizadas no município.
RASTEIRA POLÍTICA

Cáca citou ainda que o vereador Presidente da Câmara de São Sebastião do Umbuzeiro Cícero Valdeci (Chico Mariano), foi vítima de uma das mais lamentáveis manobras políticas da história do município.

Segundo o suplente, Chico Mariano teria pedido mudança de legenda para se filiar ao DEM, deixando o PSD. Mas de acordo com documentação apresentada pelo suplente nesta Terça feira, a situação de momento do tradicional vereador umbuzeirense era de não estar filiado a partido algum.


“ De forma inesperada o Presidente da Câmara foi comunicado que não está filiado a nenhum partido e para ser candidato todo brasileiro precisa antes de tudo ter o domicílio eleitoral no município que pretende concorrer até o dia 2 de outubro de 2015, ou seja um ano antes da eleição, e estar filiado a um partido político até o dia 2 de abril de 2016”, lembrou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário