10/05/16

Protestos fecham trechos de BRs na Paraíba e deixam trânsito lento




A capital paraibana amanheceu com trânsito caótico, sem trens e sem boa parte dos ônibus nesta terça-feira (10). Pessoas ligadas à Central Única de Trabalhadores (CUT) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) realizaram protestos em vários pontos da cidade.

Os atos públicos fazem parte de uma mobilização nacional contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que deve ser votado nesta quarta-feira (11) no Senado Federal. Caso a admissibilidade do processo seja apoiada pela maioria simples dos senadores, a petista será afastada do cargo por até 180 dias. Nesse caso, quem assume a Presidência é o vice, Michel Temer (PMDB).

Sem ônibus

Um grupo de manifestantes bloqueou o entorno da Unitrans, empresa responsável por grande parte das linhas de ônibus que circulam em João Pessoa, no bairro José Américo. Eles impediram a saída dos veículos, fazendo com que as paradas de ônibus ficassem com mais gente do que o habitual.

Alguns usuários tiveram que recorrer a táxis ou transportes alternativos para chegar até o local de trabalho ou estudo. Outros desistiram das atividades do dia ou permaneceram nos pontos sem saber que horas irá chegar um coletivo.

De acordo com a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), a área só foi liberada às 8h22.

Sem trens

Outro grupo fez protesto na Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), no bairro do Varadouro. As viagens foram canceladas e na região o cenário também é de paradas de ônibus superlotadas.

Rodovias fechadas

Em Bayeux, perto da bifurcação das BRs 101 e 230, o trânsito também foi interditado. Além dos moradores de Bayeux, também enfrentam dificuldades para entrar em João Pessoa quem vem de Campina Grande e Região ou Natal. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a cada 10 minutos manifestantes permitem que alguns veículos passem pela via. Há protesto também no quilômetro 148 da BR-230, próximo a entrada de Campina Grande.

Ainda conforme a PRF, manifestantes também estariam se organizando para fechar trecho da BR-101 perto de Goiana, em Pernambuco. Há o risco ainda de bloqueio na divisa de Pernambuco com a Paraíba. No Rio Grande do Norte, pelo menos três trechos de rodovias federais foram bloqueados, mas, segundo a PRF, esses protestos não afetam a Paraíba.


O trânsito é intenso em todos os pontos de bloqueio e não há previsão para liberação das vias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário