08/07/16

Município de Monteiro concorre ao terceiro Selo Unicef






 O Selo Unicef Município Aprovado visa promover a proteção integral, universalizar direitos, melhorar a vida da infância e adolescência, reduzir desigualdades sociais e contribuir para que o Brasil alcance os objetivos de desenvolvimento do milênio, ou seja, melhorar a vida das crianças e adolescentes do município. Em todo o Brasil foram 1.134 municípios inscritos de 10 Estados e apenas 800 estão aptos a concorrer de fato ao selo.


Nesta quarta edição, a cidade de Monteiro concorre ao terceiro Selo Unicef com um conjunto de 21 ações distribuídas pelas secretarias de Saúde, Ação Social e Educação. O objetivo do 2º Fórum Comunitário, que acontecerá no dia 20 de julho a partir das 08 horas da manhã no Centro Cultural Alexandre da Silva Brito, é apresentar à comunidade os avanços do Plano de Ações atingidos após o primeiro fórum que aconteceu em 2012.

Como o município será avaliado

São comparados aos municípios reunidos em grupos de características semelhantes (população, PIB e índices de pobreza).

Para cada Ação Estratégica desenvolvida e comprovada, seguindo critérios definidos pelo UNICEF, o município receberá um ponto.

Os indicadores de Impacto Social são comparados à média do grupo e não podem piorar entre o ano inicial e o ano final. O resultado do município precisa estar igual ou melhor do que a média do seu grupo no ano final.

O Selo


O projeto começou no Ceará, no ano de 1999. Naquela primeira edição do Selo, dos 170 municípios inscritos, 27 receberam o certificado. Em 2004, experiência parecida foi desenvolvida pelo UNICEF no Estado da Paraíba e em 2006, após a realização de 3 edições bem sucedidas no Ceará, a participação foi ampliada para municípios de mais 10 estados (AL, BA, ES, MA, MG, PB, PE, PI, RN e SE). Juntos com o Ceará, estes formam os 11 estados comprometidos com o pacto "Um mundo para a Criança e o Adolescente do Semi-Árido" - documento que atesta o compromisso assumido em 2004 pelos governadores destes estados em adotar medidas para a melhoria das condições de vida das crianças e dos adolescentes, cumprindo metas nas áreas de saúde, educação e proteção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário