17/08/16

Aeroporto Regional de Monteiro entra na pauta de reunião entre Cássio e ministro




Duas boas notícias para a Paraíba foram confirmadas em audiência nesta terça-feira (16), realizada em Brasília, entre o senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB) e o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella. 

A primeira delas é que em setembro será aberta a licitação para obra da terceira pista de Cabedelo até Oitizeiro e a segunda é que está em andamento o projeto de duplicação da BR-230 de Campina Grande até Cajazeiras, com previsão para o início da primeira etapa do trecho de Campina Grande à Farinha, já em 2017.

Para a adequação da BR-230 (Cabedelo/Oitizeiro), estão previstos a construção de 3ª faixa, elevados, viadutos, passarelas, vias laterais e acostamentos, além da instalação de sinalizadores.

“As propostas para as terceiras faixas do trecho que liga a obra de Cabedelo ao bairro de Oitizeiro em João Pessoa deverão ser abertas no próximo dia 12 de setembro e a gente começa essa obra ainda este ano”, disse o ministro.

A outra obra bastante esperada pela população da Paraíba que é a duplicação entre Campina Grande e Cajazeiras; “Vamos iniciar ainda em 2017 o trecho entre Campina Grande e a localidade da Farinha e em seguida até Patos para, enfim chegarmos até Cajazeiras”, assegura o ministro Quintella.

Conservação das estradas – O ministro disse ainda que, graças ao apoio do senador Cássio Cunha Lima e de toda a bancada federal, que outra questão importante será resolvida que é a manutenção das rodovias federais. “Nós não tínhamos recursos, e a bancada nos ajudou a viabilizar esses recursos por meio de emendas e estamos com toda a malha federal da Paraíba coberta com a conservação garantida”, declarou.


Outras obras – Junto ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, o senador Cássio Cunha Lima se comprometeu que vai continuar trabalhando pela duplicação da BR-104 que liga Campina Grande à Caruaru, pelo Porto de Cabedelo, e também pelos aeroportos de João Pessoa e Campina Grande e os aeroportos regionais de Monteiro, Cajazeiras, Sousa, Patos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário