29/08/16

Com suspeitas de maus tratos, criança especial de 9 anos morre em Sumé




Uma criança especial de 9 anos J.G.R.O faleceu neste sábado (27) na cidade de Sumé na rua Vicente Preto no  bairro do Alto Alegre. A mãe da criança ligou para o Hospital Alice de Almeida por volta das 7 e 20 da manhã informando da morte e solicitando o laudo médico. A “genitora” foi informada que era preciso que ela procurasse a Polícia Militar ou Civil para que fosse feito os procedimentos para o corpo ir para o IML.

Antes mesmo de a Polícia chegar o local o Conselho Tutelar através dos conselheiros  Josimar (Potó) e Dery chegaram á residência e constataram que a criança tinha falecido e prontamente acionaram a Polícia Civil para que todos os encaminhamento fosse feitos para o corpo ir para o IML.

O Conselho Tutelar entregou a Polícia Civil uma advertência que teria sido feita a mãe da criança no mês de julho depois de uma denúncia anônima que a criança vinha sofrendo maus tratos. O Conselho foi até a casa e constatou a situação e advertiu a mãe para que se tal fato continuasse o caso não só seria levada a Polícia como também a Promotoria de Justiça.

Um dos conselheiros ouviu vários vizinhos da criança que foram unânimes em afirmar que a criança não era bem tratada como devia, já que os cuidados deveriam ser redobrados por ser uma criança especial.

O corpo foi encaminhado para o IML ,onde o laudo constatou “asfixia por aspiração de conteúdo gástrico e desnutrição proteica calórica”.Desnutrição proteico-calórica é uma forma de desnutrição na qual se verifica o consumo insuficiente de calorias ou proteínas, literalmente traduzindo “fome”.

O delegado que está de plantão  Dr. Gerônimo vai iniciar o procedimento ouvindo a mãe ,o Conselho Tutelar e testemunhas e depois o inquérito ficará a cargo do Delegado Dr. Yure Givago.

O corpo da criança já está em Sumé e deverá ser sepultado nas primeiras horas deste domingo.


Com informações de Jaquelline Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário