15/08/16

No vólei, Brasil ganha todas e agora tem China no trajeto Tri



Nada daquele sufoco de quatro anos atrás. No Rio de Janeiro, o Brasil teve um início animador em busca do terceiro título olímpico. Ao vencer a Rússia na última partida da fase de classificação por 3 a 0, parciais de 25/23, 25/21 e 25/21, a seleção garantiu a liderança do grupo A, com triunfos nas cinco partidas e nenhum set perdido até agora. A equipe de José Roberto Guimarães evoluiu a cada jogo e mostrou força diante de uma das favoritas a um lugar no pódio.

- Eu esperava que a gente fosse fazer uma boa primeira fase. Pelos treinamentos, que eu estava vendo, o que elas estavam apresentando, esperava que fosse uma boa primeira fase. Vamos ver se conseguimos fazer uma segunda fase tão boa quanto a primeira. Eu, sinceramente, não estou nada eufórico. Eu já sofri muito, tomei muita paulada na vida. Tudo pode acontecer. Não tem essa de achar que estamos bem, que não perdemos nenhum set. Já virei a página - disse o treinador brasileiro.


O nível deve aumentar, é verdade. Mas, até aqui, a seleção mostrou consistência. Com um sistema defensivo sólido, o Brasil conseguiu se impor em todos os jogos da primeira fase. Diante de rivais mais fracos, chegou às vitórias sem muitos problemas. Contra a Rússia, o primeiro desafio de verdade, outra grande atuação. O adversário da vez é a China, na próxima terça, às 22h15, no Maracanãzinho. Confira como foi cada passo da equipe rumo às quartas de final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário