12/08/16

Técnico queniano é cortado após se passar por atleta em teste antidoping







O Comitê Olímpico do Quênia decidiu cortar o treinador do atletismo John Anzrah da Rio-2016 após ele se passar por um atleta em exame antidoping. O COI abriu uma comissão disciplinar já que é o segundo caso envolvendo os quenianos em menos de uma semana.

Anzrah foi mandado para casa após fornecer uma amostra de urina no lugar do velocista de 800 m Ferguson Rotich. O atleta ficou em quarto lugar no campeonato mundial da modalidade e é um dos favoritos a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos.

"Enviamos Anzrah de volta para casa. Ele se apresentou no lugar de um atleta. Deu amostra de urina e assinou documentos. Não podemos tolerar esse tipo de comportamento", disse o presidente do Comitê Olímpico do Quênia Kip Keino.

O agente do atleta Ferguson Rotich, Marc Corstejens, disse que o atleta emprestou a credencial ao treinador para que ele pudesse ter um almoço gratuito na Vila Olímpica.

Durante esse almoço, Anzrah teria sido abordado por um agente do controle antidoping e convocado para fazer o exame.

"Ferguson ficou completamente confuso e foi fazer o exame", falou Corstejens.


O chefe de missão do Quênia, Stephen Soi, não aprovou a atitude do técnico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário