26/10/16

Casa no centro de Serra Branca fica em chamas e por pouco não causa incêndio de grandes proporções




Era por volta das 21hs desta terça-feira (25) quando  chamas foram percebidas por populares na praça central de Serra Branca. Era um princípio de incêndio na casa do popular conhecido como professor José Heleno.

O fogo começou em um quarto no quintal da casa, onde reside o professor. Não durou muito e o fogo tomou proporções, mas felizmente não se alastrou graças a rápida intervenção dos vizinhos que entraram na casa, pularam muros e jogaram toda a água que tinha para controlar as chamas. Um carro pipa foi acionado rapidamente para ajudar a apagar o fogo.

A preocupação dos vizinhos tinha um motivo mais que justo. Na mesma residência, sendo que na parte que fica do lado da Rua Joaquim de Andrade Gaião, conhecida como “Rabo da Gata”, havia um grande acúmulo de material e objetos, que mais parecia um verdadeiro ‘lixão’ dentro de casa.

Se o fogo tivesse se alastrado um pouco mais e atingisse toda a casa, fatalmente o quarteirão inteiro estaria comprometido, até porque as residências são antigas, conjugadas e a maioria a base de alvenaria.

Dona Maria da Conceição, conhecida como Didinha, é vizinha de seu José Heleno e aos prantos falou a nossa reportagem pedindo providências das autoridades para a retirada desse material existente na casa. Segundo ela, é inadmissível que uma residência no centro da cidade, ladeada por várias outras casas, possua tanto lixo acumulado sem que haja uma tomada de posição por parte dos órgãos competentes.

O policial militar, o sargento Célio, que atendeu de imediato a ocorrência disse que vai registrar os fatos na Delegacia e acredita que alguma providência deve ser tomada pelas autoridades quanto a quantidade de entulho existente na residência. Segundo ele, além de ser injustificável a presença de tanto entulho dentro de uma casa, trata-se do lugar onde mora um doente mental e esse princípio de incêndio pode ter sido um aviso de situações bem piores que podem ocorrer.

Os danos foram apenas materiais e ninguém se feriu. A causa do incêndio ainda é um mistério e talvez só uma perícia possa identificar com mais precisão. O professor José Heleno chegou a informar a pessoas próximas que teria sido uma ponta de cigarro que caiu de sua mão e que não foi intencional. A polícia agora investigará se o incêndio foi acidental ou criminoso.


De Olho no Cariri

Nenhum comentário:

Postar um comentário