10/10/16

Mulher acusada de assassinato em Serra Branca é presa após passagem por hospital




Foi presa no último sábado (08) no Hospital de Trauma de Campina Grande uma mulher suspeita de ter assassinado uma serra-branquense no ano de 2012.

Andreia Justino dos Santos é acusada de ter matado Maria Da Guia Quintino de Sousa, de 44 anos, conhecida como Miúda. Andréia estava foragida há muito tempo em Campina Grande e contra ela havia um mandado de prisão em aberto.

Neste sábado, ela se envolveu em uma discussão e foi ferida, sendo levada imediatamente para o Hospital de Trauma de Campina Grande. Foi nesta casa de saúde que a polícia identificou o mandado em seu nome e efetuou a prisão.

Andréia Justino é apontada como a executora de Miúda, que residia no bairro do Limeirão em Serra Branca. O crime ocorreu na residência da vítima após uma discussão entre ela, Andréia e possivelmente outras duas pessoas. A motivação do assassinato, à época cometido com uma facada, seria passional.


Andréia Justino foi conduzida para a central de Campina Grande, onde será ouvida posteriormente pelo delegado de Serra Branca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário