28/11/16

Coluna OLHO VIVO

Por Simorion Matos

A VOLTA DO REGRESSO
Estimulado pelo comandante Fred Menezes, estou retomando a coluna semanal com os comentários e informações sobre política, administração, cultura e variedades. Pretendo atualizar todo início de semana, desde já agradecendo pelo acesso e pronto para receber comentários, críticas e notícias.

JOÃO HENRIQUE EM BRASÍLIA
Aumentam a cada dia as especulações sobre uma possível candidatura do vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado João Henrique, à Câmara Federal.
Independente da decisão que o parlamentar monteirense venha a tomar, quem lhe conhece assegura: se aceitar o desafio, ele certamente estará com chances reais de obter o mandato. Não é à toa que conquistou em 2014 a terceira maior votação no Estado, mesmo enfrentando o poder de fogo do governo estadual, a quem faz oposição.

CONFRATERNIZAÇÃO
Confirmada para o dia 28 de dezembro a confraternização anual da Prefeitura de Monteiro, promovida pela prefeita Edna Henrique.
A prefeita fecha com chave de ouro a sua gestão de 8 anos, valorizando os servidores e merecendo o reconhecimento público.

PRINCESA EM NOVO TEMPO
Em Princesa Isabel é grande a expectativa para a gestão do prefeito eleito Ricardo Pereira e do vice-prefeito Aledson Moura.         
A cidade enfrenta grandes dificuldades, com atraso no pagamento dos funcionários e prestadores de serviço,
Ricardo Pereira promete um choque de gestão na terra do mestre Tião Lucena.

QUANDO COMEÇA?
Quando faltavam 15 dias para as eleições de 2 de outubro, o governador Ricardo Coutinho esteve em Monteiro, assinando a Ordem de Serviço para início da construção da sede própria do Campus VI da UEPB, prometendo que as obras começariam imediatamente.
Não foi colocado ainda o primeiro tijolo.

LEGISLATIVO RENOVADO
Foi considerável a renovação na Câmara Municipal de Monteiro e a expectativa cresce em relação à escolha da Mesa Diretora.
Dos 13 atuais integrantes, retornarão em 2017: Givalbério Ferreira, Toinho de Nequinho, Lito de Dona Socorro, Nem de Júlia, Hélio Sandro, Bião Nunes e Raul Formiga.
Os novatos:  Cajó Menezes, Simão do Bolão, Jacira Oliveira, Corão, Chuta e Sargento Farias,

COISAS & CASOS 

O poeta monteirense Expedito de Mocinha fez esta pérola:

Eu trabalhei de empregado
Numa firma e meu patrão
Me disse, uma ocasião,
Que vivia aperreado
Pois tinha tudo ao seu lado
E não tinha a mulher amada.
Eu respondi: - camarada
Pois seu empregado tem.
DEUS NÃO DÁ TUDO A NINGUÉM
NEM DEIXA NINGUÉM SEM NADA


Contatos com a coluna: simorionmatos@gmail.com        

Nenhum comentário:

Postar um comentário