14/12/2016

Sepultamento de jovens mortos de forma trágica causa comoção em Soledade





Choro e muita comoção marcaram o sepultamento da jovem Isadora Gouveia Melo, na tarde desta segunda-feira (12), no cemitério público da cidade de Soledade. Isadora tinha apenas 19 anos e era filha do oficial de Justiça Agnaldo Melo (Boinha) e Luciana.

Milhares de pessoas acompanharam o cortejo fúnebre da jovem que morreu de forma trágica no início da tarde de domingo (11), após dois dias internada no Hospital de Emergência e Trauma da cidade de Campina Grande.

Isadora não resistiu aos ferimentos provocados por um acidente automobilístico ocorrido na manhã da última sexta-feira (9), na BR 230, próximo a entrada que dá acesso ao distrito de Nazaré de Pocinhos, quando a sua mãe, Luciana (Naninha), perdeu o controle do veículo e capotou várias vezes.

Isadora era bastante querida pela sociedade soledadense por se tratar de uma jovem alegre e carismática. Amigos de Isadora e que integram o Encontro de Jovens com Cristo (EJC), movimento da igreja católica, vestiram camisetas do grupo como forma de homenageá-la.

No mesmo dia, uma hora mais tarde, ocorreu outro sepultamento de mais um jovem que perdeu a vida de forma trágica.

Trata-se do adolescente, Felipe Brito, de apenas 17 anos, assassinado a tiros na tarde de domingo (11) no bairro Chico Pereira, zona sul da cidade, enquanto estava na varanda da residência de seus avós.


Com Heleno Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário