16/01/2017

Coluna Olho Vivo

Por Simorion Matos

Águas chegando
O governo insiste em divulgar que as águas do rio São Francisco deverão chegar a Monteiro até o mês de abril próximo, seguindo pelo Rio Paraíba para o açude de Boqueirão.

Realmente no Eixo Leste as obras da transposição estão a todo valor, porém percebe-se que ainda existe muito serviço por fazer e o tempo de 3 meses para a conclusão é pouco.

Mas como a preocupação maior não é com o abastecimento de Monteiro, município com 35 mil habitantes e, sim, o abastecimento para os 400 mil habitantes de Campina Grande, a Rainha da Borborema, este detalhe pode ajudar na aceleração dos serviços e antecipar realmente a chegada do precioso líquido em solo paraibano.

Estadual ou federal?
Na quinta-feira (12) conversei com o deputado João Henrique e perguntei se ele pretende ser candidato a deputado estadual ou deputado federal no próximo ano. O parlamentar informou que está ouvindo as suas bases e só falará sobre 2018, em 2018.  Não se mostrou estimulado por esse projeto, mas também não descartou a idéia.
De uma coisa nos convencemos: se ele decidir ser candidato a federal, é porque terá 101% de chance de eleger-se. Muito seguro nas suas articulações, João Henrique tem contabilizado resultados expressivos na política, com 3 mandatos consecutivos, tendo sido o 3º deputado mais votado da Paraíba e obtido no ano passado a mais expressiva vitória numa eleição municipal em Monteiro, durante toda a história política do município.

Ex-companheiros                                                                                        
Durante um bom tempo, na pré-campanha de Serra Branca, o hoje prefeito Vicente Fialho – Sousinha era apontado como possível candidato apoiado pelo então prefeito Eduardo Torreão. Tendo integrado a equipe administrativa de Dudu, Sousinha estava bem próximo do governo da época. As coisas foram mudando de rumo e Sousinha terminou sendo candidato de oposição, conseguindo expressiva vitória.
Eleito e agora no comando da gestão municipal, o atual prefeito serrabranquense se depara com grandes gargalos criados pela administração da qual fez parte. Terá que mostrar à população a situação encontrada no município e buscar soluções rápidas, para corresponder à confiança que lhe foi depositada pelo povo.
É a CRIATURA tendo que enfrentar o CRIADOR.

Patrimônio histórico
O vereador Cajó Menezes (PSDB) deverá apresentar logo no início do período legislativo da Câmara Municipal, Projeto de Lei sobre a preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Natural do Município de Monteiro.

O projeto prevê também a criação do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e define que o Poder Público Municipal dispensará proteção especial ao patrimônio histórico, cultural e natural do Município.

A proposta de Cajó Menezes merece os maiores aplausos.

Lula também ganha vaias
A revista Isto É destacou que um grupo de pessoas fez um protesto contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na abertura do 33.º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em Brasília. Aos gritos de “Fora Temer, Fora Todos” e “Lula não nos representa”, os militantes da Central Sindical e Popular- Conlutas (CSP) viraram as costas quando Lula começou a falar.

“Esse congresso age de forma antidemocrática ao convidar um ex-presidente que não colaborou em nada com a educação”, afirmou a professora Janaína Rodrigues, filiada ao PSTU e uma das militantes do grupo. “As ações do governo Lula e Dilma não foram para beneficiar os trabalhadores, mas os barões de ensino e os banqueiros.”

Nomes cotados
Passadas as eleições municipais e empossados os novos gestores, foi dada a largada para o pleito estadual de 2018.

Hoje, os nomes mais cotados para ocupar o Palácio da Redenção são: Luciano Cartaxo, Cássio Cunha Lima, Raimundo Lira, José Maranhão e Rômulo Gouveia.

Alguém aponta outro nome?

Aquele abraço                                                             
É tempo de mandar nosso abraço amigo para Vicente Simões (Teresina-PI), Júnior Campos (Flores-PE), Fábio Santos (Arcoverde-PE) Landon de Tio Bida (Recife-PE), Adriano Ever (Serra Branca-PB), Fábio Arruda (Princesa Isabel-PB), Célio Queiroz (Palmares-PE), Elilson Góis (Recife-Pe), Gleydson Mychel (São Paulo-SP)
                                                                                                 
Coisas & Casos

Apelido de Monteirenses
Há algum tempo publicamos 100 apelidos e nomes engraçados de pessoas nascidas ou residentes em Monteiro. Depois atualizamos a lista com 200 nomes e agora, atendendo pedidos, voltamos a atualizar a relação, que já supera os 300 nomes. Sem qualquer sentimento pejorativo, a lista tenciona tão somente relembrar o que sempre esteve no cotidiano monteirense, registrando o lado engraçado ou curioso de quem fez ou faz a nossa história.


Confira se você conheceu, conhece ou já ouviu falar de Albino Garrafada, Algaroba, Amaro Canelão, Antônio Besteira, Antônio Bufuda, Antônio Cangalha, Antônio Grosso, Antônio Maniçoba, Antônio Osseiro, Antônio Poeirame, Antônio Rainha, Antônio Tourinho, Antônio Velho, Artur Direito, Artur Vitrola, Asa Branca, Assanhado, Assis Coxó, Bacurau, Bada, Bague, Balu, Bambão, Barra Limpa, Bebé, Beiçola, Beira Dágua, Belo Péia, Berêta, Bero, Bichin, Bico, Seu Bida, Bigulín, Bijoca, Bilar, Bilinguin, Bilu, Biluzinho, Birobiro, Biu Catita, Biu Garrafada, Biu Rainha, Bôca de Baba, Boinho, Bóy, Bolachinha, Bolinha, Bololô, Brechinha, Broca, Brutinho, Bucho de Taba, Buzinho, Cabeção, Cabelo de Ouro, Cabo 90, Cachoeira, Caeira, Cajó, Calorête, Caneco Amassado, Canela de Aço, Carga Torta, Carlos da Prata, Carôxa, Carro a Óleo, Carretão, Catôta, Cavalo Véio, Caveira, Cazumba, Cebola Branca, Chá, Chapéu Velho, Cheiroso, Chico Buchada, Chico Notinha, Chico Soldado, Chila, Chóla, Chora na Rampa, Chuta, Cica, Cí Corôca, Cícero do Norte, Cici de Cláudio, Cici de Filó, Cirilo Bino, Coca, Cocóta, Colírio, Correião, Courão, Culino, Dedé Peitica, Demá do Padre, Ditinho, Doca Sapateiro, Dodô, Domingos dos Ovos, Doutor Manin, Doutor Zica, Duba, Dula, Dulírio, Elias Zanôlho, Expedito Barrão, Expedito Cobra Preta, Expedito de Mocinha, Faísca, Farofa, Fernando do Tempero, Ferro Velho, Fía, Figo, Fozinho, Fubica, Fulepa, Geraldo Caduco, Geraldo Doido, Gilson Carolina, Gilvan Oreião, Gôva, Guaiamun, Guariba, Heleno da Jega, Honório Magro, Inácio Carranca, Indú, Jacu Baleado, Já Morreu, Jaçanã, João Arara, João Badalo, João Buneco, João da Bêba, João da Gaita, João da Piaba, João de Amélia, João de Arrosbaque, João Fura Cerca, João Gambá, João Garrafada, João Graxa, João Moita, João Velho, Jorge Pé de Quenga, Jú, Lampião, Lavandeira, Lebrêu, Lila Pezão, Lino Pedra Azul, Líu, Loinha, Lola do Rojão, Lolô, Lorosa, Luiz Bêbim, Luiz Brecha, Luiz da Difusora, Luiz do Roicouro, Luiz Turbina, Luiz Zanata, Lula Cocão, Lulinha, Lulu, Luzia Gorda, Macaca Ôca, Macarrão, Mala Velha, Mané da Lagoa, Manga Rosa, Manoel Beiçola, Mané Cara de Onça, Mané de Joana, Mané de Liberato, Mané Guariba, Mané Pitelo, Mané Titiu, Mané Tripa, Mão de Onça, Maria Fiapo, Maria Pequena, Marabá, Maricota, Mário Fuba, Menca, Mestre Bira, Mestre do Doce, Meu Velho, Minha Rosa, Mondrongo, Morte Golosa, Mundinho, Mutuca, Nau Caroba, Nêga Cabrinha, Nêgo Gringo, Neinha, Nelson Barra Preta, Nem de Júlia, Nezinho Marreco, Nino Cocão, Nondinha, Novinho, Nuda, Seu Paciência, Pajaraca, Pajeú, Palitinho, Paulo Cacetão, Paulo das Cachorras, Paxita, Pé de Lebre, Peba, Pedro Beirinha, Pedro Carretão, Pedro Cheque, Pedro Chicaca, Pedro dos Ovos, Pedro Fogão, Pedro Jararaca, Pedro Sola, Pedro Tampinha, Pedro Veneno, Pedro Zumba, Pelezinho, Piaza, Pichaim, Pinduca, Pinincha, Seu Pinteiro, Pirão, Pirrita, Piruzão, Piúta, Pôpa, Poroca, Preto Ferreiro, Priquitin, Priquito de Aço, Pulita, Queijo de Manteiga, Quinho, Rabo da Gata, Rapa Cuia, Rei Cabral, Rú, Sansão (Seu), Seba Bité, Seba Mirranha, Seba Preto, Sebão, Sebastião Roda Frouxa, Seu Péra, Severino Carrabé, Sibito, Simamãe, Sinaco, Sinhorzinho Menino, Sininho, Tatá, Teimoso, Tiba, Tiú, Tôin Fonfon, Toin de Vicentim, Toinho Cara Véia, Toinho Sapo, Topa Touro, Tripa Seca, Trombique, Tutú, Vaca Loura, Vaca Véia, Valé, Veinho, Velho da Bandeira, Velho Góia, Vevé do Padre, Xexéu da Paraíba, Zabé da Loca, Zé Baiano, Zé Bodin, Zé Bodó, Zé Buá, Zé Buraco, Zé Burrêgo, Zé Calado, Zé Caritó, Zé Carrabé, Zé Cego, Zé Cobra, Zé Coió, Zé da Bruxa, Zé da Pedra, Zé de Ana, Zé de Né, Zé de Moça, Zé de Nêga, Zé do Brejo, Zé do Foto, Zé do Munguzá, Zé do Padre, Zé do Táio, Zé do Triosque, Zé dos Cachimbos, Zé Gabinete, Zé Garrafinha, Zé Grampão, Zé Grosso, Zé Guabiraba, Zé Jabitacá, Zé Mamão, Zé Mansinho, Zé Menino, Zé Mulatim, Zé Pitombeira, Zé Porocoitinho, Zé Pretinho, Zé Quixabeira, Zé Ratinho, Zé Rodinha, Zé Ruela, Zé Tempero, Zé Viado, Zeca do Ferro Velho, Zeca Doido, Zeca dos Couros, Zefa Preta, Zeíta, Zezin Carestia, Zezin Nantim e Zezin Pintado.

Contatos com  a coluna: simorionmatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário