30/01/2017

Prefeita de Monteiro reduz o próprio salário em 30% e anuncia contenção de despesas




A prefeita do município de Monteiro, Anna Lorena, revelou neste final de semana que não vai implantar o reajuste aprovado na legislatura anterior pela Câmara Municipal de Vereadores, e reduziu o seu salário em 30%, fixando-o em R$ 14 mil, valor inferior ao recebido pela gestora anterior.

Ainda segundo a prefeita, outras despesas a exemplo de diárias, custeio, combustíveis e gratificações, entre outras passarão a ter um controle mais rígido e só serão realizadas com a sua expressa autorização.

Anna Lorena disse que estas medidas visam prevenir a possibilidade de uma crise futura nas finanças dos municípios. “O país vêm enfrentando uma crise preocupante, e, particularmente em nosso município nós temos enfrentado problemas com o repasse de recursos financeiros, a exemplo da UPA e SAMU que a mais de dois anos não recebem os recursos do Governo do Estado, causando um déficit superior a R$ 5 milhões e que vem sendo bancado pelo município”.

A prefeita acredita que a partir do mês de abril o país comece a superar esta crise econômica, o que tem provocado um aumento considerável de desemprego e uma redução nos repasse de recursos por parte dos governos federal e estadual.

“A princípio vejo a necessidade de realizarmos cortes para reduzirmos despesas e para darmos exemplo, começo pelo meu próprio salário”, afirmou Anna Lorena.

A prefeita de Monteiro antecipou que os serviços prestados pelas áreas de saúde, educação, abastecimentos de água e a infraestrutura municipal não sofrerão prejuízos.


“Momentaneamente estamos enfrentando algumas dificuldades com relação a reposição de lâmpadas e nos poços de abastecimentos de água porque todos os contratos firmados com os fornecedores foram encerrados em 31 de dezembro de 2016, daí a necessidade de realizarmos novas licitações para darmos sequência aos serviços, o que já está sendo providenciado”, concluiu a prefeita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário