25/01/2017

Prefeitos de Sumé e do Congo cobram e Cagepa agiliza sistema para o recebimento das águas da Transposição




O prefeito de Sumé, Éden Duarte, continua incansável na luta para amenizar a crise hídrica do Município de Sumé. Ele esteve na tarde desta terça-feira (24/01), reunido com o presidente da Cagepa, Hélio Paredes Cunha Lima, juntamente com o prefeito do Congo, Júnior Quirino e o deputado estadual Branco Mendes, para solicitar formalmente mecanismos de captação de água do Rio Paraíba para que sejam introduzidos no sistema Adutor do Congo.

As tubulações que conduzem a água do açude do Congo para a estação de tratamento de água em Sumé cruzam o Rio Paraíba, este que receberá água do Projeto de Transposição do Rio São Francisco.

Éden reivindicou à Cagepa para que tais medidas sejam providenciadas urgentemente para que o Cariri possa receber as águas do Rio São Francisco logo que a transposição chegar ao Rio Paraíba.

De acordo com ele, o presidente Hélio Cunha Lima, afirmou que já fez a encomenda das bombas para que possam fazer a captação de água do São Francisco pela Adutora do Congo.

Na companhia do prefeito do Congo, Éden disse que os prefeitos do Cariri precisam se unir fortemente neste momento de tão grave crise hídrica que passa a região.


Ele lembrou que há tempos, o ex-prefeito doutor Neto e ele como vice-prefeito, vinham alertando a Cagepa e a Aesa sobre a necessidade de racionamento d’água do açude de Sumé, solicitando até a intervenção do Procon. Medidas que não foram adotadas na época pela Companhia de Água e que hoje se agrava a cada dia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário