22/03/2017

Azul e Vermelho podem iniciar namoro em Serra Branca




Conversas nos bastidores da política serrabranquense estão esquentando e podem levar adversários históricos a se unirem a qualquer momento. O clima ainda é de paquera, mas pode chegar a ser namoro e até um casamento de muitas recordações.

Depois de muitos anos de debates acirrados, uma declaração dada pelo ex-vereador Ednaildo Saraiva, do PT de Serra Branca, deixou escapar um velho ditado “que na política pode acontecer tudo, inclusive nada. O ex-vereador disse que possivelmente o grupo petista e o grupo liderado pelo ex-prefeito Eduardo Torreão, que foi combatido pelo PT local em várias gestões, estariam estudando a possibilidade de se unirem, pensando em fazer oposição ao atual prefeito Souzinha e futuramente uma provável aliança para as disputas eleitorais.

Segundo informações apuradas por nossa reportagem, os pedidos para que isso não ocorra já são inúmeros, mas a velha guarda do Partido dos Trabalhadores de Serra Branca parece não querer voltar atrás do que foi falado em uma emissora de rádio da cidade.

Outra especulação que ronda na cúpula do PR e do PT de Serra Branca é que os prefeitáveis de 2016, Flávio Torreão (PR) e Galeguinho (PT) estarão já trabalhando para fechar esse acordo nos próximos dias, objetivando marcharem juntos na ofensiva ao governo de Souzinha (PDT) até 2020. Um fato estranho é que o acordo deve ser firmado sem participação do ex-prefeito de Serra Branca, Dudu Torreão.

Caso se confirme essa especulação, será que não é hora do PT de Serra Branca pendurar as chuteiras e tirar seu time de campo, já que estaria se unindo ao seu tradicional algoz da política? Outro questionamento que se faz é: Por que o acordo que poderá ser firmado não terá a presença do pai do grupo de Flávio Torreão, isso é Dudu, onde ele deve ficar de fora dessa união?

Na verdade, se o grupo petista se unir ao grupo de Dudu Torreão, o vermelho e azul pode ter um fantasminha camarada por perto.


Informações quentíssimas de CARIRI EM AÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário