08/03/2017

Deputado João Henrique quer unir Temer, Dilma e Lula na cidade de Monteiro




O deputado estadual João Henrique (DEM), no uso da tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta terça-feira (7), informou que após ser convidado pelo Ministério da Integração, ao lado da prefeita de Monteiro Anna Lorena, para que junto à Presidência da República unificassem a agenda de convites às autoridades, sugeriu que os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Roussef fossem convidados para estarem presentes ao lado do atual presidente Michel Temer, na cerimônia que marca a chegada das águas da Transposição na Paraíba, que será realizada neste sábado (11) no município de Monteiro.

A inauguração estava prevista para quinta-feira (9), mas foi adiada depois do vazamento do reservatório de Sertânia, onde parte da estrutura se rompeu e alagou comunidades pelo caminho.

 “Acho até um ato de grandeza da Presidência da República em convidar os ex-presidentes Lula e Dilma para estarem presentes nessa solenidade oficial, realizada em parceria com a prefeitura de Monteiro. Todos os brasileiros e, principalmente, nós paraibanos, sabemos que obra não foi feita de uma hora para outra, foi construída pelos governos anteriores e será inaugurada na gestão Temer, mas, não podemos esquecer de quem iniciou e deu continuidade a essa grande obra”, destacou João Henrique.

O deputado ao lado da prefeita de Monteiro, durante visita à Brasília, reforçou o pedido para que Lula e Dilma venham à Paraíba através do cerimonial da Presidência.

João Henrique lembrou dos esforços da Prefeitura Municipal de Monteiro em realizar diversas obras complementares para que o sonho da transposição se tornasse realidade na cidade, colaborando assim para que as águas do “Velho Chico” chegassem à Paraíba.


 “No que se diz respeito à transposição, a Prefeitura de Monteiro fez e faz sua parte sem medir esforços para contribuir com obras complementares, construindo, por exemplo, a estação elevatória e, realizando obras de saneamento básico e de lagos coletores. Também foi realizada uma parceria com a Cagepa para identificar existência de ligações clandestinas, ou seja, a ex-prefeita e a atual deram importantes contribuições para que essa gigantesca obra saísse do papel e se tornasse realidade”, destacou João Henrique.

Nenhum comentário:

Postar um comentário