04/03/2017

Reitor da UEPB e prefeito de Serra Branca se reúnem para discutir parcerias na área de desenvolvimento social

Sempre procurando cumprir a missão de levar desenvolvimento para as diversas regiões do Estado, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) avança nesse campo e está próximo de celebrar uma nova parceria, agora com o município de Serra Branca no Cariri do Estado.

Vendo na Instituição um forte potencial nas diversas áreas do conhecimento, o prefeito da cidade, Vicente Fialho de Sousa Neto, se reuniu com o reitor Rangel Junior na manhã desta quinta-feira (2), no Gabinete da Reitoria, para buscar estabelecer parcerias que resultarão em ações desenvolvidas para impulsionar o desenvolvimento da região e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Acompanhado de alguns secretários, o prefeito Vicente Fialho reconheceu o potencial da UEPB no processo de desenvolvimento do Estado e se colocou a disposição em oferecer as condições para que a Universidade precisa para avançar nas ações realizadas no Cariri paraibano. Ele lembrou que Serra Branca polariza várias cidades do Cariri, o que tornaria maior o alcance das ações desenvolvidas pela Instituição. “A UEPB pode contribuir muito para o desenvolvimento de Serra Branca. Vamos procurar firmar esse convênio que, certamente, vai gerar frutos positivos”, afirmou o gestor.

O reitor Rangel Junior destacou a iniciativa do prefeito e disse que a Instituição estava de portas abertas para a parceria. Para isso, propôs a celebração de um termo de cooperação técnica com a cidade caririzeira. Esse termo, a ser assinado pelos dois gestores, estabelece os programas e ações a serem desenvolvidas em Serra Branca, definindo como será a participação da Prefeitura e da Universidade.  A parceria, conforme observou o reitor,  pode derivar para outras ações, principalmente nas áreas de educação e saúde, como cursos, treinamentos e capacitações.

Ele lembrou que a Universidade já realiza algumas ações em alguns municípios paraibanos, sempre procurando contribuir para melhorar a vida das pessoas e o desenvolvimento da região. O  projeto Univer-Cidade,  por exemplo, foi concebido através do Mestrado em Desenvolvimento Regional,  para desenvolver parcerias voltadas ao melhoramento dos indicadores sociais dos municípios paraibanos.

Segundo Rangel, a UEPB é muito criteriosa na seleção das cidades que recebem as ações nas diversas áreas do conhecimento e, geralmente, toma como referência o Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) para definir a forma de intervençãoa ser aplicada na cidade.

Rangel observou que atualmente a Instituição não tem condições de instalar um núcleo em Serra Branca, mas pode sim fazer uma intervenção, através dos projetos de extensão. “É algo que eu vejo com bons olhos. A UEPB pode fazer muita coisa e vamos estabelecer um termo de cooperação técnica para isso”, disse.

O pró-reitor de Extensão, professor José Pereira, um dos articuladores do encontro, enfatizou que a UEPB já tem ações efetivas no Cariri e que a  proposta é potencializar essas  ações na região, de forma integrada. Segundo ele, não haverá ações isoladas.

Durante o encontro, o professor Manoel Freire, apresentou o trabalho desenvolvido pela Universidade Aberta à Maturidade (UAMA), um projeto pioneiro que surgiu em 2009 no Câmpus I da UEPB e que já chegou às cidades de Lagoa Seca e Guarabira.

Ao término do encontro, ficou acertada a realização uma nova reunião entre os secretários municipais e os pró-reitores para elaboração de um plano de ações e metas que devem reger a parceria entre a UEPB e a Prefeitura de Serra Branca.


Participaram da reunião, além do reitor Rangel Junior e o prefeito Vicente Fialho, o secretário de ação social do município, Aderbal Brito; o presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Serra Banca, José Pequeno; o professor Bosco Rangel; o pró-reitor de Extensão, José Pereira; a assessora técnica da PROEX, Iara Trajano; e o coordenador da UAMA, professor Manoel Freire.

Nenhum comentário:

Postar um comentário