17/08/2017

Município de Camalaú deixa de receber recursos e Prefeitura culpa gestão anterior




Neste ano de 2017, Camalaú ainda não recebeu recursos do IGD-PBF (Índice de Gestão Descentralizada – Bolsa Família). De acordo com a atual gestão do prefeito Sandro Môco, isso aconteceu devido ao fato do demonstrativo de 2015 não ter sido finalizado pela gestão anterior, do etão prefeito Jacinto Bezerra.

O IGD-M é calculado pela multiplicação de 4 fatores. O fato IV não foi realizado pela gestão anterior, uma vez que não houve a aprovação de gastos pelo CMAS 2015, prejudicando dessa forma o repasse dos recursos. Deve-se enfatizar que os demais fatores estão sendo realizados com primazia pela gestão atual.

A Gestão atual, sabendo de tal fato fez o trabalho de finalização do demonstrativo de 2015, e espera com brevidade voltar a receber tais recursos.

Vale salientar, que mesmo sendo prejudicada pela gestão anterior, a equipe do Bolsa Família em 7 meses de governo já cadastrou aproximadamente 150 novas famílias no Cadastro Único, além de 327 atualizações de cadastro e ainda 55 novos benefícios concedidos.

Mesmo diante desta situação, a gestão atual está tendo o zelo e cuidado com a Gestão Municipal do Programa Bolsa Família, sobretudo com os beneficiários do mesmo, buscando prestar atendimento com qualidade a todos que procuram este serviço.

A secretária de Trabalho e Ação Social, Jussara Mariano, participou do programa radiofônico da Prefeitura Municipal de Camalaú para prestar esclarecimentos sobre tal fato e falar sobre o trabalho desenvolvido na secretaria a qual é responsável.


Com Camalaú Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário