28/09/2017

Prefeitos se reúnem no Cisco em Sumé




O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Cariri Ocidental (CISCO) presidido pelo prefeito de São José dos Cordeiros, Jefferson Roberto, realizou na manhã desta quinta-feira, dia 28, reunião com os municípios que fazem parte da entidade.

Além do prefeito Jefferson, também participaram da reunião os prefeitos de Sumé (Éden Duarte), Coxixola (Givaldo), Gurjão (Ronaldo Queiroz), Camalaú (Sandro Môco), Amparo (Inácio Nóbrega), Serra Branca (Souzinha), Livramento (Carmelita), Silvano Dudu de Caraúbas, Parari (Joza), Congo (Júnior), e secretários de saúde dos municípios de São Sebastiao do Umbuzeiro, Congo e Parari. A reunião também contou com a presença do contador do Cisco, Edgard Queiroz, engenheiro Dr. Humberto Mendes, técnico Sérgio Cordeiros e da diretora do Cisco, Elza Aparecida.

Durante a reunião, foi debatido vários assuntos, entre eles, a construção da casas de alvenaria, cisternas, equipamentos, previsão orçamentária para 2018.

O prefeito de Gurjão e presidente da Amcarp, Ronaldo Queiroz, destacou a situação alarmante e difícil que os municípios estão vivenciando neste nos últimos meses e parabenizou o Cisco pela credibilidade que tem com seus serviços e por ser um patrimônio para a região do Cariri.

Em relação a construção das casas de alvenaria em substituição as casas de taipa, a direção do Cisco informou que 65% do projeto já foi executado, sendo que os municípios de Sumé, Prata, Parari e Gurjão já estão com suas casas 100% concluídas.

Foi citado a morosidade da empresa na execução, mas a direção falou que a empresa reiniciou as obras, sendo esta uma preocupação de vários prefeitos, entre eles, o prefeito de Camalaú, Sandro Môco que disse que no município de Camalaú a obra ainda não foi reiniciada.

Outro ponto abordado e de grande preocupação sobre o convênio da casa é a morosidade em alguns municípios em relação a demolição das casas de taipa, podendo inclusive, afetar a prestação de contas do convênio com a Funasa.

A prefeita de Livramento Carmelita disse está preocupada com a garantia da execução das novas casas, já que apenas 70% dos recursos foi liberado até o momento.

O prefeito de Sumé, Éden Duarte, disse que já manteve contato com o senador Raimundo Lira para pedir ajuda na liberação dos recursos em relação a um outro convênio que é a das cisternas.

O coordenador do programa das cisternas executado pelo Cisco, Sérgio Cordeiro, disse que atualmente já foram construídas 3040 cisternas, restando apenas 60 cisternas. Éden também falou aos seus colegas prefeitos da dificuldade de manter o funcionalmente do hospital de Sumé. Ele disse que muitas vezes o hospital atende outros municípios sem ter a referência de recursos para Sumé, ficando o município responsável pela gestão para arcar com as despesas, já que os recursos vêm apenas para pagar pacientes de Sumé e de alguns municípios que referenciam o Hospital de Sumé.

O prefeito de Coxixola, Givaldo Limeira, pediu que fosse feito um levantamento da situação dos equipamentos do Consorcio para solicitar a bancada federal recursos para a manutenção destes equipamentos.


Por fim, Elza informou que haverá uma ação especial voltada para a Campanha do Outubro Rosa que será promovida na última semana de outubro.

INFORMAÇÕES E FOTO: CARIRI EM AÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário