02/10/2017

Especial: 01 ano após as eleições, o novo perfil da Câmara municipal de Monteiro




Há exatamente 01 ano, 13 representantes eram eleitos pelo povo monteirense para o representar no poder legislativo e houve uma renovação das mais consideráveis em relação à composição da legislatura 2013-2016.

Os vereadores Tiba, Heleno de Amadeu, Luis Berto, Christiane Leal, Cícero Pedreiro, não conseguiram se reeleger através das urnas, além de Paulo Sérgio e Anna Lorena que disputaram a chapa majoritária, tendo a segunda obtido êxito, e se tornado a nova gestora do município.

Chegaram à casa, Jacira Oliveira, sargento Farias, Simão do Bolão, a surpresa Courão, Cajó Menezes, Chuta, além de Hélio Sandro, que de suplente passou a detentor do seu próprio mandato.

O portal TRIBUNA DO CARIRI traz agora uma rápida pincelada em relação aos novos componentes do legislativo, destacando que de forma geral,a  harmonia é a palavra de ordem na Casa José Ferreira Tomé.

JACIRA OLIVEIRA: Bem mais tranquila do que se imaginava. Preparada

SARGENTO FARIAS: Atuante, não quis saber de briga também e está ponto pra ajudar no que for bom para o município

SIMÃO DO BOLÃO: Representando bem a zona rural, e atuando em prol de várias comunidades e também da zona urbana.

COURÃO: Vai precisar mostrar serviço, pois o voto de protesto só surte efeito uma vez. Mas como Romário, Tiririca e outros, isto aconteceu, e eles se mantém até hoje.

CAJÓ MENEZES: Sempre apresentando projetos de lei e demandas da mais alta relevância. Tem a competência política no sangue

CHUTA: A voz sincera do homem do campo. Reto, íntegro e sincero. Foi muito bom o seu retorno à casa.

HÉLIO SANDRO: Agora trabalha mais à vontade, pois o mandato é seu, e foi o povo quem lhe deu. Terá que corresponder


Nenhum comentário:

Postar um comentário