02/10/2017

Especial: Há um ano atrás, eram eleitos e reeleitos prefeitos e vereadores, e no Cariri, continuidade de projetos predominou






Há exatamente um ano atrás, em um domingo, 02 de outubro, o Cariri assim como o resto do Brasil conhecia seus novos prefeitos e vereadores, na maioria dos casos não tão novos assim.

Nas principais cidades da região, a boa gestão dos então mandatários oportunizou com que a maioria de seus sucessores fossem vitoriosos, ou que os próprios alcançassem êxito no projeto da reeleição

MONTEIRO E SUMÉ 


Dois casos extremamente semelhantes. Duas gestões de extremo êxito e aceitação popular, realizadas por Edna Henrique e Dr. Neto, além do projeto claro de preparar e capacitar um sucessor de extrema confiança e competência foram o ingrediente das vitórias.

Hoje Lorena de Dr. Chico e Éden Duarte dão continuidade ao desenvolvimento dos dois municípios, claro que imprimindo também suas marcas pessoais, com muita competência.

CAMALAÚ: A SURPRESA



Um dos poucos municípios onde o poder mudou de grupo. Desacreditado e alvo de chacotas por parte do arrogante grupo que detinha o poder nas mãos, Sandro Môco rompeu politicamente com Jacinto e fez jus ao bordão da sua campanha.

O matuto inteligente terminou de sepultar politicamente o prestígio de outrora do candidato perdedor Aristeu Chaves, que já vinha maquitolando politicamente no município desde as eleições para vereador, onde seu desempenho nas urnas deu mostras de que a unanimidade de outrora ficou no passado, e que os reflexos do comportamento administrativo desastroso de membros do seu grupo que estavam no poder, acabaram de lhe derrotar ainda mais.

SERRA BRANCA

Souzinha com seu carisma surge como uma luz no fim do túnel em uma cidade onde a população sofre a anos e mais anos coma sequencia de administrações desastrosas. A suspensão dos direitos políticos de Dudu, é a prova clara de que Serra Branca agonizava com gestões que nem vale a pena relembrar.

Destaque para a força política do Deputado João Henrique, que tem como grande aliado o vice prefeito Joda, além de seu filho Diógenes que teve desempenho louvável na eleição para vereador

SÃO JOÃO DO TIGRE 


Governo irretocável. Equipe capacitada. Aceitação popular. Humildade. Ingredientes que levaram Célio Barbosa a conquistar a reeleição com uma das mais expressivas vitórias em números e percentual da região. Uma verdadeira lapada.

Em tempo: A atual equipe continua realizando um trabalho cada vez melhor, e lá está descartada a hipótese de que prefeito relaxa em segundo mandato.

SÃO SEBASTIÃO DO UMBUZEIRO 


Movida por um desejo pessoal, a ex vice prefeita rompeu politicamente com o grupo de Chicolá, e lançou sua candidatura. Recebeu apoio do PMDB, que infelizmente mais uma vez viu a família Fernandes sem se entender, uma parte apoiando Euda e outra apoiando Adriano.

Sem ter nada haver com isso, o secretário Adriano Wolff trabalhou, venceu a campanha e tem feito um governo irretocável.

O vice prefeito escolhido para a chapa não poderia ser nome mais adequado: Chico de Mariano é um trator de trabalho, e conta com aceitação e carisma fora do comum.

Obras e ações. Governo dinâmico e aceitação popular. Umbuzeiro está definitivamente em boas mãos.

ZABELE 



Dalyson Neves vem galgando o que será uma carreira política irretocável. Vereador, presidente da câmara e agora prefeito. A junção da qualidade do trabalho de Íris Henrique, com a confiança na competência do jovem, fizeram muito bem, e a população de Zabelê agradece pela ótima gestão que mantém agora

PINCELADAS:

Ouro Velho: Natália de Júnior, não teve adversário à altura. Navega em águas calmas

Prata: Júnior Nóbrega é um excelente gestor, mas ainda tomou um susto nas urnas. Vai entender o povo.

São João do Cariri: Cosme, por falta de opções. Política apagada. Saudades dos muídos do tempo da família Medeiros no auge.

Congo: Não existe oposição no Congo. Talvez se Junior Quirino e Romualdo racharem, as coisas comecem a ter emoção por lá.


Gurjão: Ronaldo Queiróz dispensa comentários. Presidente da AMCAP. Cidade em Boas mãos. Mas ainda assim tenho saudades de meu grande guru Zé Carlos Vidal no auge.

Nenhum comentário:

Postar um comentário