01/11/2017

Camalaú sedia Encontro Regional de Sanfoneiro e Tocadores de Fole do Cariri Paraibano com apoio total da Prefeitura municipal. Confira fotos:




O evento aconteceu no Centro de Educação e Cultura. O evento teve início às 14:00, com a presença de mais de trinta acordeonistas e tocadores de fole.

O evento foi apresentado pelo professor e secretário de administração Maricélio Januário. O encontro foi iniciado com a formação da mesa diretora dos trabalhos, que foi composta pelo professor, músico e vice prefeito Ezequiel Sóstenes (Kiel do Acordeon), que na ocasião estava representando o prefeito Sandro Môco.
Fizeram parte da mesa também o professor, músico e vereador Bhira Mariano, o professor da UEPB Assis Batista, o professor Andrade também da UEPB, e a professora e supervisora educacional do Motiva Marilaura Mariano, o músico internacionalmente conhecido Luizinho Calixto, como também o maestro Edgley Miguel.

Logo após a parte formal, deu-se início às oficinas de Fole de Oito Baixo e Sanfona. 

Quem iniciou este momento foi o maestro e maior tocador de fole do mundo Luizinho Calixto, que fez uma brilhante explanação sobre este instrumento antigo, mas ainda pouco explorado. Luizinho Calixto que vem de uma linhagem de tocadores de fole, pois seu pai foi um desses, assim como seus irmãos, sendo os mais conhecidos Zé Calixto e Bastinho Calixto. Luizinho encantou a todos tocando músicas que geralmente não são tocadas por pessoas que executam este instrumento, a exemplo de “João e Maria” de Chico Buarque ou “Utopia” de Padre Zezinho.

Depois foi a vez do maestro Edgley Miguel, um jovem músico, mas já com um vasto conhecimento na arte de tocar Sanfona. Edgley que assim como Luizinho vem de uma linhagem de grandes tocadores, pois é filho do também maestro Edmar Miguel. Edgley proferiu palestra, e deu uma aula interastiva para os sanfoneiros que ali estavam. Muito proveitoso este momento, pois posturas, questões técnicas foram corrigidas.

Depois aconteceu a entrega dos certificados aos participantes e sorteio de brindes.
Em um segundo momento, aconteceu a confraternização de todos os tocadores. 

Inicialmente, o prefeito Sandro Môco que se fez presente neste segundo momento, falou da importância de um evento como este para a cidade de Camalaú e para o Cariri Paraibano. Logo após o prefeito, falou o professor Cristovão Andrade da Universidade Estadual da Paraíba, que foi parceira primordial para a realização de tal evento. 

Fizeram uso da palavra também o vereador Bhira Mariano e o Vice Prefeito e coordenador do evento Ezequiel Sóstenes (Kiel).

O sanfona fest prestou homenagem ao sanfoneiro Cazuza de Chicão, que foi representado pelo seu filho.

A noite encerrou com muita música, ao som de sanfonas e foles.

Subiram ao palco:

Orlandinho Melo sanfoneiro de origem camalauense, mas que reside há muito tempo na cidade de Arcoverde; Cris, exímio sanfoneiro da cidade de Campina Grande, que já participou de inúmeros projetos de relevância no estado da Paraíba; Bhira Mariano, cantor e compositor da banda Gente Boa, e da banda Dimeliora, com diversas músicas e cds gravados; Gitana Pimentel, grande interprete da música paraibana, da cidade de Patos, mas que já algum tempo reside em Campina Grande; Cidinho dos oito baixo, exímio tocador de fole da cidade de Camalaú, com muitos anos de estrada; Kiel do Acordeon, coordenador do evento, mas também grande músico, faz parte da banda Gente Boa; Lourinho do Pandeiro, da cidade de São Sebastião do Umbuzeiro, grande panderista  do Cariri Paraibano; Pablo, jovem sanfoneiro com raízes no Cariri Paraibano, mas que mora em Arcoverde e toca com Lara Amélia; Erivan do Zabumba, um dos melhores zabumbeiros da Paraíba e porque não dizer do Brasil; Arnaldo Barros, outro grande zabumbeiro, de origem camalauense; Maurício do Garapa, zabumbeiro do forró Gente Boa, com raízes em Camalaú e Monteiro; João Durão, sanfoneiro do sítio pinheiro, pertencente a Camalaú – grande tocador de sanfona e João Batista, grande sanfoneiro da cidade de Zabelê, hoje ministra oficinas na UEPB.

O evento ainda contou com a presença de Freddy que foi integrante do Cabruêra, de Weverton do Acordeon, Dudu do Beco, Cuchilo, Da Mata, Zé Miguel (sanfoneiro mais antigo da região), Joacy, Danilo Basilio, Givaldinho do Acordeon, Vitória, entre tantos outros.

A coordenação do evento ficou por conta de Ezequiel Sóstenes (Kiel) e Marícia Raline. Foi uma realização do Governo Municipal de Camalaú, com o apoio da UEPB, SEBRAE, Prefeitura Municipal do Congo e Coxixola.







DCS

Um comentário: