14/11/2017

Monteiro firma parceria com UFCG e recebe exposição sobre antigas máquinas de calcular




A vida cotidiana nos faz usar celulares, tablets, calculadoras de mesa ou até mesmo no computador, mas quantos de nós já tivemos a curiosidade de saber como complexos cálculos matemáticos eram feitos há mais de cem anos, quando nem sequer sonhava-se com algum aparelho com o mínimo de tecnologia?

Respondendo e mostrando em um passeio pela história que a Prefeitura de Monteiro, através da Secretaria de Educação em parceria com a Universidade Estadual de Campina Grande com o grupo do Programa de Educação Tutorial (PET) trazem a exposição Antigas Máquinas Manuais de Calcular - Ciência e Tecnologia do Passado e do Presente, que será exibida nos próximos dias 16 e 17, no Centro Cultural Alexandre da Silva Brito das 08 às 16 horas com  entrada franca para o público.

“A exposição em si é capaz de atrair crianças e jovens e fazê-los refletir como se processa o desenvolvimento tecnológico e científico ao longo dos anos. Certamente, esse aspecto deve atrair os jovens para a Ciência e a Tecnologia e estimulá-los na busca de produção inovadora e do que podem criar”, defende o professor Daniel Cordeiro, que coordena o evento pela UFCG.

Durante a exposição, o visitante, sempre acompanhado com um monitor, terá oportunidade de operar em torno de 25 máquinas de diversas nacionalidades e marcas que serão expostas. Todo o material tem mais de 30 anos, algumas com quase 100 anos.

“São peças bonitas, interessantes, belas de serem vistas e apreciadas por si só. Protótipos dos atuais computadores, elas são impressionantes, obra monumental da tecnologia, da engenharia, da lógica matemática e do gênio humano, que se juntaram para fazer com que um amontoado de peças de ferro seja capaz de fazer contas, sem usar energia elétrica ou qualquer software”, destaca o professor.


A exposição Antigas Máquinas Manuais de Calcular - Ciência e Tecnologia do Passado e do Presente se insere na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que visa criar uma linguagem acessível à população, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário