19/06/2018

Assessoria de Edna Henrique garante que ela será candidata





A pré candidata Edna Henrique, recebeu na manhã de hoje através da imprensa a informação de que seu pedido de licença do cargo de delegada de policia civil da Paraíba para disputar a eleição de outubro, havia sido negado.

Sob o argumento de que é de 3 (três) meses o prazo de desincompatibilização do servidor público, inclusive Delegado de Polícia, que pretende disputar o mandato de Deputado Federal, a Secretária de Administração, indeferiu o pedido da ex prefeita.

De acordo com o advogado Carlos André, a única questão pendente seria o prazo, já que a diferentes entendimentos com relação ao tempo pré determinado pela legislação para a desinconpatibilização de um servidor.

No entanto a banca de advogados informa que já foi ajuizado um mandado de segurança na justiça e que isso não atrapalhará os planos da ex prefeita de disputar uma das 12 vagas na câmara federal.

A pré candidata a deputada federal Edna Henrique, disse não estar surpresa com a decisão, mas tranquilizou seus aliados, informando que providências já estão sendo tomadas. Ela afirmou ainda que tudo esta sob controle e que os advogados já entraram com um novo recurso.

Os aliados da ex prefeita e pré candidata a deputada, visualizaram a recusa da secretária de administração do estado como um ato de perseguição, já que Dra. Edna não comunga com a política praticada pelo governador Ricardo Coutinho.

Assim como a ex prefeita, outros pré candidatos também tiveram seus pedidos negados, como é o caso do ex-secretário de Administração Penitenciária, Wallber Virgolino, que após romper com o governador lançou-se como pré-candidato a deputado estadual pelo Patriotas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário